The Newsroom: Uma obra-prima esquecida da HBO

“Isso não é TV, é HBO”. O condecora slogan do canal premium americano HBO não nasceu por um acaso, após sucessos revolucionários no final da década de 90 com Oz e The Sopranos e tantos outros na década de 00, com The Wire, Six Feet Under, Rome e tantos outros, o canal não deixou a peteca cair e chegou em altíssimo nível também nesta década atual.

 

Boardwalk Empire (2010), Game of Thrones (2011) e True Detective (2014) são alguns dos exemplos de como o canal continuou popular tanto com o público, quanto com a crítica. Popularidade essa que infelizmente não chegou à The Newsroom (2012), série do premiadíssimo Aaron Sorkin (vencedor do Oscar com The Social Network e vários Emmys por The West Wing)

Apesar da série ter acabado já há 4 anos, eu comecei a assisti-la apenas essa semana e depois de ter finalizado a 1° temporada, tenho que dizer: É mais uma obra-prima da HBO que infelizmente caiu no limbo do esquecimento.A resposta para este fato é simples de ser respondida: A série trata de política americana, assunto este que é complexo e exige que a audiência tenha que ter no mínimo uma boa vontade para dar continuidade a série, e o outro motivo é que vivemos na era da Peak TV. Há muita TV de boa qualidade e de todos tipos possíveis, então para se prender numa série que retrata algo distante do gosto popular, é uma missão bem complicada.

Porém, quem passar desta barreira e aprecia uma boa série dramática, com atuações e um texto de alto nível que tem algo (pois retrata notícias que realmente aconteceram) a dizer sempre, terá um deleite em acompanhar os 25 episódios da série.

Aaron Sorkin, um gênio para poucos

DIálogos estes, que aliás são insanamente rápidos e que só o próprio Sorkin consegue replicá-los na TV e fazer com que dê certo. O tanto de informações jogadas num curto espaço de tempo e o humor constrangedor quebrando o clima pontualmente no texto pra lá de sério (estão a cobrir política afinal) soa diferente e até certo ponto, charmoso e único.

Outro ponto importante a ser citado é o elenco. Todos fazem um trabalho exemplar mas com o maior destaque aqui merece ir para o ex-Débi de Débi & Lóide, Jeff Daniels que está impressionantemente bem como um âncora questionador do News NIght e traz muito sutileza em seu romance com a Mackenzie, vivida pela Emily Mortimer, que juntos se saem super bem com um texto rápido e ácido. Olivia Munn e Dev Patel (concorreu ao Oscar por Lion) também são figuras importantes na trama e podemos dizer que em The Newsroom suas carreiras despontaram de vez.


The West Wing (1999 – 2006), umas das séries mais premiadas da história já fazia tudo isso, porém a série ia mais no âmago da política americana (presidente do país era o protagonista) e também é bem complicado assistí-la legalmente aqui no Brasil, já que não está disponível em nenhum serviço de streaming..Então se há um trabalho que você possa começar com o pé direito nos trabalhos do Sorkin, comece por The Newsroom.

Uma das provas de toda essa exaltação minha pode ser vista logo na primeira cena do piloto. Assista esses primeiros 8 minutos e tente não se encantar com o forte o discurso de Will McAvoy sobre a América e aproveite e corra lá no HBO GO e veja essa tremenda duma série!

Vamos falar de coisa boa?

O site Nerd Rabugento é independente e não depende de patrocinadores para existir. E toda contribuição que você fizer será muito bem vinda, seja com o valor que for. Com apenas um real você já ajuda e mantêm o site independente.

A independência do conteúdo do Nerd Rabugento depende de você. O seu apoio pode ser tanto mensal quanto feito apenas uma vez, com qualquer valor. Escolha um dos links abaixo e faça o site Nerd Rabugento crescer ainda mais rápido!

QUERO APOIAR ➜     QUERO CONTRIBUIR ➜