The Deuce é uma série única na atualidade

The Deuce é uma série única hoje em dia e merece ser apreciada.

 

De todas as centenas séries que está no ar neste momento, não há nada melhor que The Deuce, nova série do gênio David Simon em conjunto com a HBO.


As produções do David Simon sempre são únicas, principalmente comparado com que estamos habitualmente acostumados a assistir e isso vem da dinâmica que ele imprime em suas séries.

Em sua melhor e mais notória série – The Wire, a cidade de Baltimore é a protagonista de fato, assim como New Orleans é em Treme. Em The Deuce, nada muda, New York que comanda as ações por assim dizer, e traz o cotidiano da cidade exposto à nós através dos seus personagens.

Essa estrutura narrativa em nos fazer acompanhar muitos núcleos bem de perto, com todos os pormenores, faz com que todos os personagens vire sustentáveis e fica mais fácil de se engajar em suas tramas.

É fascinante ver que todos os personagens possuem voz em suas séries. Não há uma história unilateral aqui e isto a torna tão especial.

Exemplo disso é nos episódios “Show and Prove” (1×2) e “The Principle Is All” (1×3); Onde primeiro somos levados à fundo a vida da ‘Candy’, Abigail, Darlene, Lori e o C.C que está envolvido com esses três últimas personagens.

Enquanto temos tudo isso acontecendo como foco principal do episódio, ainda somos apresentados a mais dos irmãos Vincent/Frankie com seu bar e os o lado da máfia do Rudy.

A dinâmica na série tenta ser justo com o tempo de telas à todos e no 3° episódio, a situação basicamente se inverte e acompanhamos quase inteiramente aos personagens do James Franco e menos das prostitutas/filmes pornos.

Até o polo policial e a introdução do jornalístico foi trabalhado no 4° episódio – “I See Money”, – Que tirando por The Wire, é algo que o Simon gosta de fazer e certamente ao longo das temporadas a série será preenchida com mais disso.

Este fato de haver muito personagens e poucos deles estarem conectados entre si e ao plot principal da série, vem incomodando muita gente. Vivo lendo sobre reclamações disso mas que ao meu ver, esse é o brilhantismo da série.

Leia também: DAVID SIMON ESTÁ DE VOLTA! THE DEUCE (HBO): PRIMEIRAS IMPRESSÕES

Toda série boa que se preze tem excelente personagens, e é isso que Simon se propõe a fazer o tempo inteiro aqui em The Deuce, ao desenvolvimento – e não à esmo de tais.

Pode não estar empolgando à muito a série, mas é clara a visualização do que a série irá se tornar já no fim desta primeira temporada e se você gosta de séries pra valer, não pode perder essa oportunidade de não acompanhar The Deuce.

É fascinante estarmos em 2017 e termos um obra como esse para apreciarmos, é quase uma chance única. E olha que estamos na Era da Peak TV…

Assim como Mad Men,  The Sopranos, Six Feet Under, The Wire e (poucas) outras, The Deuce é uma série para ser apreciada e não só ser assistida.

Não tenha pressa e mergulhe nesse Universo criado tão cuidadosamente e aprecie, pois pode ser (e tem tudo pra ser), uma nova obra-prima da HBO


E você, o quê está achando de The Deuce até o momento? Diga nos comentários

A série é transmitida com uma semana de atrasado na TV aqui no Brasil, mas no HBO Go os episódios estão sendo disponibilizados junto com o lançamento dos Estados Unidos.

A primeira temporada terá apenas 8 episódios e já foi renovada para um segundo ano. Tenha amor próprio e não perca essa tremenda série.

Promo do próximo episódio: “Why Me” (1×6):

Vamos falar de coisa boa?

O site Nerd Rabugento é independente e não depende de patrocinadores para existir. E toda contribuição que você fizer será muito bem vinda, seja com o valor que for. Com apenas um real você já ajuda e mantêm o site independente.

A independência do conteúdo do Nerd Rabugento depende de você. O seu apoio pode ser tanto mensal quanto feito apenas uma vez, com qualquer valor. Escolha um dos links abaixo e faça o site Nerd Rabugento crescer ainda mais rápido!

QUERO APOIAR ➜     QUERO CONTRIBUIR ➜