Room 104 (HBO): Primeiras impressões

Room 104 é a mais nova antologia do premiadíssimo canal HBO. E sinceramente, a aposta mais estranha do canal nos últimos anos.

 

A premissa basicamente é seguirmos uma história a partir do quarto de um motel nos EUA, explorando histórias dos personagens que passam por esse quarto em uma noite qualquer.

Criada por Jay e Mark Duplass (Animals e Togetherness, ambas da HBO), Room 104 oferece uma nova descoberta a cada semana, contando histórias de pessoas comuns que lutam por uma conexão e significado dentro de um único quarto.

Mini Sinopse do episódio piloto “Raphie”: As coisas ficam horrivelmente estranhas quando uma babá (Melonie Diaz) chega ao Quarto 104 para cuidar de um menino incomum chamado Ralph (Ethan Kent).

Room 104 é bizarro mas satisfatório

A proposta de Room 104 é interessante, transitar em gêneros diferente a cada episódio e explorar os detalhes e atuações para criar o clima. É demasiado arriscado e fácil de haver um deslize, mas nesse piloto pelo menos, foi um grande acerto, trazendo uma abordagem voltada ao suspense/terror psicológico.

Analisando os aspectos técnicos, Room 104 não tem nada demais, usa apenas 1 ambiente e todos os jogos de câmeras são bem executados mas nada que surpreenda.

A direção é boa, mas o roteiro merece que merece o grande destaque, principalmente por conseguir segurar por 24min, apenas com diálogos, e tão equilibrados, não os deixando expositivos, nem nonsenses demais, assim como a história que o garotinho Ralph soa.

A partir daqui irei falar sobre a resolução do episódio e terá spoilers, evidentemente. Então se você ainda não assistiu e não quiser ter sua experiência estragada, vá assistir ao episódio e volte aqui para ler e comentar depois:

Os últimos minutos realmente é confuso e inconclusivos sobre o que acabamos de assistir, deixando à interpretação livre do que era verdade ou não, e eis minha teoria sobre:

A babá Meg, sofre de esquizofrenia e ela não conseguiu lidar com o fato de que o Ralph tinha um amigo imaginário -Ralphie-, nisso ela ficou confusa com a história que o Ralphie matou a mãe dele, fazendo assim pensar que ele era mal. Por isso ela estava batendo no Ralph.

Claro que a porta se fechando sozinha no final faz gerar mais dúvidas ou até mesmo quando mostra os dois enfrente ao espelho e não há o reflexo dela levanta mais questões. Vejo que não há respostas e nem irá ter, pois essa é graça, vivermos de teorias. Essa é a minha, você concorda ou tem a sua, deixe nos comentários.

Triste fato fica por conta da HBO Brasil, por enquanto

HBO Brasil não trouxe a série e nem tem data para estreia. Algo não costumeiro do canal, mesmo com as séries de sexta-feitas (High Maintenance e Animals, por exemplo). Mas é torcer para que tragam num futuro próximo, pois -tirando apenas por esse piloto-, vale muito a pena.

Vamos falar de coisa boa?

O site Nerd Rabugento é independente e não depende de patrocinadores para existir. E toda contribuição que você fizer será muito bem vinda, seja com o valor que for. Com apenas um real você já ajuda e mantêm o site independente.

A independência do conteúdo do Nerd Rabugento depende de você. O seu apoio pode ser tanto mensal quanto feito apenas uma vez, com qualquer valor. Escolha um dos links abaixo e faça o site Nerd Rabugento crescer ainda mais rápido!

QUERO APOIAR ➜     QUERO CONTRIBUIR ➜