Okja – Uma Fábula Sobre Amizade e Capitalismo

A nova superprodução da Netflix que causou polêmicas no aclamado Festival de Cannes finalmente chegou ao catálogo, e merece a sua atenção.

 

O que você precisa saber sobre Okja, é que é um filme simples, não espere um roteiro complexo, cheio de explicações nem nada do tipo, é quase um filme live-action de Meu Amigo Totoro.

Uma grande corporação cria uma espécie de “Superporcos” (que pode-se definir como uma mistura de hipopótamo com porco), visando deixar estes animais crescerem para futuramente utilizarem como carne, 26 Superporcos são enviados para fazendeiros ao redor do mundo. No meio disso, na Coréia do Sul surge a amizade entre uma garotinha chamada Mija e a superporca Okja, uma amizade de mais de 10 anos que está prestes a ser afetada devido aos interesses comerciais da grande Corporação Mirando, mas Mija, juntamente com um grupo ativista em defesa dos animais fará de tudo para salvar sua melhor amiga.

(Obs: O nome “Mija” foi traduzido no Brasil como “Mikha”)

Dirigido e escrito pelo sul-coreano Bong Joon-Ho, que possui uma filmografia recheada de grandes obras (Memórias de Um Assassino, O Hospedeiro, Mother Expresso do Amanhã), o diretor mostra mais uma vez que ele sabe o que faz, especialmente ao optar em retratar um assunto sério de forma leve, divertida e em alguns momentos até meio infantilizada, apesar de conter algumas cenas fortes. Mesmo carregado com um elenco fortíssimo, o foco do filme é satirizar as grandes corporações e a mídia, tanto que os “vilões” do filme são caricatos: Tilda Swinton é a grande CEO da empresa multinacional, Jake Gyllenhaal é um famoso apresentador de TV incrivelmente irritante e além de outros executivos da empresa, personagens que propositalmente beiram a superficialidade.

Já o grupo ativista que ajuda Mija, também é composto por grandes nomes: Paul Dano, Lily Collins, Steven Yeun… mesmo que o foco do filme não seja desenvolver estes personagens individualmente, todos fazem um ótimo trabalho.

As Personagens “Reais”

E o que dizer sobre Ahn Seo-hyun ? Uma jovem atriz sul-coreana desconhecida que simplesmente manda no filme, um olhar carismático e de uma inocência tão pura. A relação construída entre a garota e o animal é linda, é como ter um bicho de estimação, só que dez vezes maior. Não é a toa que Mija e Okja sejam as únicas personagens que realmente nos importamos, mesmo que uma delas seja feita de computação gráfica. Em uma época em que grandes jovens talentos estejam surgindo na Televisão e no Cinema, esta garotinha é mais uma adição poderosa.

O Único Grande Problema

Okja é visualmente perfeito, a fotografia é linda e a computação gráfica utilizada para a criação do Superporco é quase imperceptível, todos os detalhes desde a textura da pele, aos olhos, os pelos do animal… você realmente acredita que é real.

E este é o grande problema do filme ser uma produção de serviço de streaming. Chega a ser um crime não poder ver toda a beleza desta obra na telona, por mais que o streaming esteja crescendo de forma avassaladora nos últimos e anos e cada vez mais obras originais tenham sido produzidas e terem um acesso mais fácil e mais barato, ir ao cinema ainda tem o seu diferencial.

Assistir Okja no cinema seria uma experiência muito superior.

Você Precisa Assistir Okja

Okja é realmente muito bom, não é perfeito, há algumas pontas soltas no roteiro e até algumas cenas meio bobinhas, mas nada que prejudique o filme. Toda a estrutura e a vibe é bem característica de obras do Hayao Miyazaki (a propósito, há uma cena perto do final que é bem emocionante).

Okja serve perfeitamente como uma mini-aula de história para crianças, mas também serve para o público adulto, não vai mudar a sua vida, mas com certeza vai fazer você refletir um pouco sobre suas ações.

(Obs 2: Tem cena pós-créditos) 

Vamos falar de coisa boa?

O site Nerd Rabugento é independente e não depende de patrocinadores para existir. E toda contribuição que você fizer será muito bem vinda, seja com o valor que for. Com apenas um real você já ajuda e mantêm o site independente.

A independência do conteúdo do Nerd Rabugento depende de você. O seu apoio pode ser tanto mensal quanto feito apenas uma vez, com qualquer valor. Escolha um dos links abaixo e faça o site Nerd Rabugento crescer ainda mais rápido!

QUERO APOIAR ➜     QUERO CONTRIBUIR ➜