O Predestinado ou: Como bugar seu cérebro em apenas um filme?

A coisa mais legal do mundo é quando o filme transforma sua mente em isca de peixe. Você fica ali, todo espertão achando que já manjou todos os paranauês da película, mas quando menos se espera, tome-lhe um hadouken bem servido na fuça. Foi exatamente assim que me senti assistindo O Predestinado (2015), dirigido pelos irmãos Peter e Michael Spiering.

 

O filme traz os problemas clássicos de um agente temporal que precisa voltar ao passado e impedir que uma bomba exploda, mas que de repente se vê no centro de um complexo quebra-cabeça, ao mesmo tempo em que é designado para treinar um novo agente.

É muito difícil eu me estender aqui sem dar pelo menos um micro (bem micro mesmo) spoiler. Se você é absolutamente alérgico, recomendo que assista antes (tá disponível na Netflix) e depois volte pra cá. Mas fica relax que nada do que eu disser aqui vai estragar sua experiência.

O enredo trabalha com a hipótese das linhas temporais imutáveis. Quer dizer, não importa o que se faça, o passado não pode ser alterado. Nada de linhas temporais alternativas aqui. E essa hipótese admite alguns paradoxos, dentre eles o loop casual (ou loop de informação). Ou seja, o evento A é a causa do evento B, que por sua vez desencadeia o evento A, e assim por diante. Lembra de Looper: Assassino do Futuro? Nessa pegada. Obrigado Letícia por esse post pra lá de esclarecedor.

E a grande sacada é a forma completamente inesperada como O Predestinado tenta resolver o paradoxo. Só um viajante no tempo poderia desencadear um conjunto específico de eventos para que houvesse um viajante no tempo.

Dentro da hipótese das linhas temporais imutáveis, há também o paradoxo do predestinado, que (aí sim) se eu destrinchar aqui pode estragar as surpresas do filme.

De qualquer maneira, O Predestinado é uma daquelas obras que você assiste e sai por aí querendo discutir. O filme está disponível na Netflix e pronto para deixar você com cara de tela azul durante o fim de semana.

Vamos falar de coisa boa?

O site Nerd Rabugento é independente e não depende de patrocinadores para existir. E toda contribuição que você fizer será muito bem vinda, seja com o valor que for. Com apenas um real você já ajuda e mantêm o site independente.

A independência do conteúdo do Nerd Rabugento depende de você. O seu apoio pode ser tanto mensal quanto feito apenas uma vez, com qualquer valor. Escolha um dos links abaixo e faça o site Nerd Rabugento crescer ainda mais rápido!

QUERO APOIAR ➜     QUERO CONTRIBUIR ➜