Inhumans (ABC): Primeiras impressões

Finalmente depois de tanta espera, Inhumans estreou – Basicamente morta, isso é verdade, mas ainda assim estreou e com o intuito de nos trazer apenas duas perguntas: Como o Scott Buck ainda consegue trabalhos na TV e por que a Marvel continua a deixar materiais medíocres como este ir ao ar.

 

Há esse ponto, você já deve conhecer o mínimo sobre os Inhumans, seja por em todas as críticas e/ou vídeos que discorrem sobre o assunto, ou até mesmo por ser um leitor das HQs.

E como meu objetivo é sempre analisar apenas o material produzido para a TV, vamos cortar a parte desnecessária de comparações e analisar o que interessa.

Começando pelo (pouco) que há de bom nesse início de Inhumans

A escalação de elenco, temos alguns bons nomes e em termos de fidelidade nas aparências dos personagens, isso foi um acerto dos grandes.

Outro ponto interessante é como todos os 6 personagens principais teve seus tempos de tela em que deu pra desenvolver uma um pouco sobre a personalidade de cada um deles.

Mas os meus apontamentos de coisas boas meio que terminam por aí, infelizmente. Até posso dizer que os efeitos em CG são razoavelmente bons, nada que comprometa de fato ou faça feio, mas estamos em 2017 e falamos de um canal aberto, isso é o mínimo que tem que ser aplicado.

Os problemas começam já com a mau utilização dos cenários, deixando tudo muito sem cor, sem vida. Pintado tudo a base da cor gelo -como a Lua é, parece que a cada transição de cenário é para o mesmo cômodo e não passa a sensação que estamos num lugar com tecnologia muito avançada – mas sim que estamos dentro de um estúdio bem sem recursos.

Basta dar umas folheadas nas HQs que percebemos o quão rico é tal localização, e é uma pena ser tão mal aproveitada. Acaba por deixar o 1° episódios – Behold… The Inhuman até meio cansativo por este motivo.

Outros pontos que deixam a desejar: A trama se desenvolve de maneira muito rápido no 1° episódio, que fica difícil de se situar naquele Universo e sentir realmente o impacto do que estamos acompanhando, e isso deixa os conflitos meio irrisórios.

Fato que eu entenderia completamente, já que a série terá apenas 8 episódios nesta 1° temporada, só que, já em seu episódios seguinte, a série gasta mais da metade apenas mostrando todos os Inhumans -Medusa, Black Bolt, Karnak, Gorgon e mais tarde a Crystal-, chegando e se situando na Terra, algo que não tem um objetivo muito claro narrativamente e não faz coerência com a demasiada pressa que tudo foi jogado em sua primeira hora.

Em termos de atuação, eu destacaria o Iwan Rheon (Maximus) e a Isabelle Cornish (Crystal). Não que eles estejam esbanjando técnica, mas são os que soam interessados aqui.

O resto do elenco não faz nada que comprometa, tirando algumas horas -principalmente no 2° episódio – Those Who Destroy Us, com o Anson Mount com seu Black Bolt, em que ele entra meio que no automático e parece que estamos vendo um robô em tela. E nessas horas que a máscara cairia bem nele.

Sobre o Scott Buck

O Scott Buck tem poucos trabalhos na carreira e tendo como seu mais notório onde ele foi produtor supervisor de Six Feet Under. Depois disso ele fez as 4 últimas odiadas temporadas de Dexter e o recente -pior trabalho da Marvel Studios-, Iron Fist, pra Netflix.

Claramente Buck não te tido uma trajetória das melhores, e o meu questionamento é por quê da ABC/Marvel o contratou para escrever Inhumans.

O resultado por uma série de fatores, foi a das piores possível, mas essa é uma culpa que tem que ser jogada nas costa da Marvel, pois era bem grande as chances de trazer alguém “recorrente” em trabalhos ruins

Agora vamos ver se com tantos fracassos de crítica e audiência se Scott Buck irá continuar a ter chances relevantes no mercado.


No fim das contas Inhumans não é esse desastre todo que andam pintando, mas também não tem absolutamente nada a nos oferecer de bom, mesmo que você seja um hardcore fan dos produtos da Marvel.

Há incoerências narrativas em menos de 1h nos dois episódios e isso pode irritar bastante e até desanimar para seguir enfrente, mas se você é um telespectador casual, até pode arriscar.

O fato que Inhumans seria um filme e no fim das contas a Marvel descartou a ideia e ainda apressou a estreia, fez com que tudo saísse dos trilhos e acontecesse este desastre.

Único fator que pode fazer acompanharmos a série toda, é que ela será bem curta com apenas 8 episódios e que tem fortes indícios que ficará por aí mesmo.

Os planos era fazer um crossover com Agents of SHIELD mas ao meu ver, isso só irá acontecer de fato, na veterana série da Marvel.

Veremos até onde tudo isso irá dar, enquanto isso, se você ainda não conferiu a série, não esquente pois Inhumans irá estrear no Canal Sony no fim do mês que vem.

Vamos falar de coisa boa?

O site Nerd Rabugento é independente e não depende de patrocinadores para existir. E toda contribuição que você fizer será muito bem vinda, seja com o valor que for. Com apenas um real você já ajuda e mantêm o site independente.

A independência do conteúdo do Nerd Rabugento depende de você. O seu apoio pode ser tanto mensal quanto feito apenas uma vez, com qualquer valor. Escolha um dos links abaixo e faça o site Nerd Rabugento crescer ainda mais rápido!

QUERO APOIAR ➜     QUERO CONTRIBUIR ➜