Friends From College (Netflix): Primeiras impressões

Mais uma sexta-feira chegou e como sempre, com ela chegou mais uma série da Netflix. Desta vez a gigante do streaming vem com Friends From College, mais uma daquelas comédias bobinhas que só serve pra passar o tempo.

 

Friends From College acompanha um grupo de amigos que estudou junto em Harvard e agora está na casa dos seus 40 anos e passa por uma escala variada de sucesso, ou de fracasso, tanto profissional quanto pessoalmente.

Com relações entrelaçadas e muitas vezes complicadas entre esses amigos, a série explora o significado de antigas amizades e de antigos casos românticos, e como equilibrar a vida adulta com a nostalgia do passado.

Eu queria começar falando sobre os pontos bons de Friends From College, porém infelizmente não há basicamente nada a apontar. A escalação de elenco talvez seja a melhor coisa aqui, trazer atores já consagrados foi inteligente. Traz um público fiel pelos trabalhos passados -Que é meu caso, fiquei muito interessado por ver a Cobie Smulders (How I Met Your Mother), e achei que os personagens estão bem representados.

Friends From College não tem muito o que oferecer

Um dos maiores problemas aqui é que Friends From College não tem identidade própria. Não consegue se decidir se quer ser uma série de comédia, ou um romance. Ela oscila de forma nada natural, deixando o ritmo engasgado.

Isso quando quando a série não tenta fazer 5 piadas por minuto, com um tom bem forçado, deixando aquele ar de constrangimento alheio, principalmente nas cenas do Ethan (Keegan-Micheal Key – Key and Peeleforçando aquelas caretas.

O 1° episódio não consegue ser introdutório suficiente para conhecermos todos os personagens e faz com várias piadas não faça sentido algum. A série nos joga na trama sem explicação alguma e nem consegue passar alguma mensagem ou mesmo nos motive para continuar a assistir os 7 episódios restantes.  

O elenco conta com vários nomes conhecidos, como os já citados Smulders, Key, Annie Parise (The Following, Vinyl) e Fred Savage (Anos Incríveis), porém não tem como destacar ninguém, porque todos os personagens são escritos e construídos de forma caricata e sem vida.

Não há química entre eles, não consegue transparecer que eles são realmente amigos há mais de 20 anos. Isso é culpa da fraca direção e texto. A série não consegue apresentar nada de novo, e nem executar de forma competente o que se propõe.

Mesmo Friends From College possuindo apenas 8 episódios de 30min cada, não vejo como a série pode desenvolver muitas situações interessantes, e nem mesmo acho que terá um futuro muito longo. Apenas pela força do elenco que uma possível renovação virá, mas como a Netflix está cortando gastos ultimamente, acho difícil.

Em Suma:

Com um ritmo perdido, não sabendo transitar muito bem pela comédia, nem pelo drama, Frineds From College sofre deslises ao tentar executar o básico, não conseguindo nem mesmo criar personagens cativantes, dependo apenas pela força do ator/atriz. Infelizmente é apenas mais uma produção medíocre da Netflix que será esquecido com facilidade. Assista por sua conta e risco, mas não diga que eu não avisei antes…

OS MEMBROS DO CLUBE DOS RABUGENTOS SÃO MUITO FELIZES!

O site Nerd Rabugento é independente e não depende de patrocinadores para existir. E para que o Nerd Rabugento continue INDEPENDENTE, TORNE-SE MEMBRO DO CLUBE DOS RABUGENTOS!

O Nerd Rabugento não dá dica ruim e você confia nessa afirmação. Torne-se Membro do Clube, tem um valor que cabe no seu orçamento. E tem um monte de vantagens que nenhum outro Clube oferece. Mas se você não quiser se tornar membro e ainda assim quer contribuir, clique no segundo link. A sua contribuição ajuda demais o canal a se manter.

QUERO SER MEMBRO ➜     QUERO CONTRIBUIR ➜