E se o Quarteto Fantástico retornasse para as mãos da Marvel?

Quando o assunto é Marvel, muitos nomes surgem na mente do público: Homem de Ferro; Vingadores; Capitão América; Homem Aranha, dentre vários outros. Porém, é raro alguém (principalmente os mais jovens) falar ou comentar algo sobre o Quarteto Fantástico, a primeira grande equipe de super-heróis da editora, considerada um dos principais pilares fundamentais do panteão Marvel até hoje.

 

O grupo criado pelos lendários Stan Lee e Jack Kirby no inicio da década de 60 tem uma importância vital para todo o universo de histórias em quadrinhos da Marvel, pois foi nos gibis do Quarteto que vários conceitos fundamentais da editora foram introduzidos pela primeira vez, entre eles a relação dos heróis com os problemas da vida cotidiana, os conflitos familiares e também a primeira aparição de vários heróis (Pantera Negra; Inumanos) e vilões (Dr. Destino; Galactus; Ronan) que até os dias de hoje permeiam a cultura pop.

No final dos anos 90, a Marvel quase fechou as portas e passou por maus bocados financeiros, e como resultado vendeu os direitos de filmagem de algumas de suas principais franquias de super-heróis para outros estúdios, entre eles a FOX, que atualmente detém os direitos de gravação dos X-Men e Quarteto Fantástico.

Quando o assunto é cinema, infelizmente a maior super equipe família de todos os tempos ainda não teve uma adaptação cinematográfica digna do legado deixado por Lee e Kirby nos quadrinhos. Já foram feitas quatro tentativas fracassadas de levar o Quarteto ás telonas, sendo que três delas foram produzidas pela FOX, que em 2015 profanou de vez a imagem dos heróis com um filme mal feito e elaborado sem o menor pudor artístico, criado com o único e exclusivo objetivo de manter o nome da franquia com o estúdio por mais alguns anos, tendo em vista que para manter os direitos de filmagem, o estúdio precisa produzir material novo periodicamente.

Bem, mas não vamos falar daquele pavoroso filme de 2015 dirigido por Josh Trank, pois afinal de contas, os mortos não falam. O objetivo deste artigo é fazer o leitor de quadrinhos ou fã de heróis ‘’viajar’’ pensando em como seria um filme do Quarteto nas mãos da Marvel Studios, caso os direitos de filmagem retornassem para as mãos dela.

Para quem não está habituado ao Quarteto Fantástico nos quadrinhos, pois saiba que dá para fazer MUITA coisa legal com o material disponível nas HQs. Além de super-heróis, a equipe formada pelo genioso cientista Reed Richards (Senhor Fantástico), Sue Storm (Mulher Invisível), Johnny Storm (Tocha Humana) e Ben Grimm (Coisa), também é uma super equipe de exploradores, o que significa um leque muito grande de opções caso alguém queira produzir um filme do Quarteto.

Imaginem só um filme do Quarteto Fantástico enfrentando o vilão Topeira e suas criaturas colossais capazes de consumir reatores nucleares inteiros, em um filme ao estilo Godzilla? Pois dá pra fazer. Ou então um filme do Quarteto retornando ao passado em uma viagem temporal? Também dá pra fazer. Um filme de viagens cósmicas, também é possível. Ou seja, a gama de opções de temas para um filme do Quarteto são infinitas, e não ficam restritas a explorar apenas um super-vilão como foi feito com o Dr. Destino nos outros filmes, a galeria de vilões do Quarteto é imensa.

Com as adaptações cinematográficas dos Guardiões da Galáxia, a Marvel Studios abriu a possibilidade da exploração do universo e multiverso cósmico dos quadrinhos nos cinemas, e principalmente no segundo filme dos Guardiões, vários “easter eggs” mostrados dariam um belo gancho de histórias caso o Quarteto retornasse. Entre eles a aparição dos Vigias, uma raça alienígena que se dedica a observar os acontecimentos do universo, mas são terminantemente proibidos de interferir no curso da história. Um dos Vigias, chamado de Uatu, que é o responsável pela Terra já interferiu mais de uma vez para salvá-la, inclusive na colossal saga em que Galactus, o Devorador de Mundos (Quarteto Fantástico #48), chega ao planeta para consumir todos os seus recursos naturais e assim saciar a sua fome. Além de Galactus essa saga também introduziu o seu arauto, o Surfista Prateado. A FOX tentou adaptar a saga de Galactus no filme Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado (2007), mas todo mundo sabe que não deu muito certo.

Com todo esse universo cósmico já funcionando dentro dos filmes da Marvel Studios, a adição do Quarteto seria um verdadeiro deleite para nós fãs, pois outros arcos poderiam ser adicionados entre eles o do Planeta X, ou então a luta contra o Fantasma Vermelho, ou contra a raça alienígena dos Skrulls que também querem dominar a Terra. São infinitas as possibilidades.

Em 2016, a Marvel já havia recuperado os direitos do personagem atlante Namor, que representa o clássico arquétipo de anti-herói. Como o estúdio não tem planos para usar este personagem, a vinda do Quarteto seria mais um ganho neste sentido, além de poder acrescentar o lado exploração da profundeza dos oceanos, a Marvel também podia “brincar” com o conturbado triangulo amoroso entre Reed, Sue e Namor, que existia no inicio das histórias do Quarteto.

E você o que acha da ideia do Quarteto retornar para a Marvel? A FOX deve abrir mão da franquia? Deixe a sua opinião aqui nos comentários.

Já que você está aqui...

...o site Nerd Rabugento tem um pedido: O site está no ar e cada dia mais pessoas lêem o conteúdo incrível que temos produzido, e ninguém paga por isso. Mas existe um custo, e os anunciantes ainda não apareceram para ajudar o site a crescer. Diferente de outros sites, nós prezamos pelo nosso conteúdo, e quanto menos anunciantes tivermos, mais liberdade teremos.

A independência do conteúdo do Nerd Rabugento depende de você. O seu apoio é essencial, e pode ser tanto mensal quanto feito apenas uma vez, com qualquer valor. Escolha um dos links abaixo e faça o site Nerd Rabugento crescer ainda mais rápido!

SEJA UM APOIADOR ➜     SEJA UM CONTRIBUIDOR ➜