CRÍTICA: O GRITO (2020)

Eu sou um grande fã de filme de terror, então fiquei bem empolgado com a notícia de que o filme japonês O Grito, ia ter um “reboot” pelas mãos do produtor Sam Raimi – o mesmo de sucessos, como Uma Noite Alucinante 1 e 2; e Homem-Aranha, também nas duas primeiras aparições cinematográficas do herói. Mas como já dizia o velho ditado:  ‘alegria de pobre dura pouco’…pois o filme é uma bomba!

 

 

O primeiro problema vem do roteiro: na tentativa de modernizar o filme, o enredo se passa em três tempos temporais diversos – e isso acaba criando uma grande confusão. Nicolas Pesce se perde e não assusta (o que é péssimo para um filme de terror). Em alguns momentos, fica difícil saber em que linha temporal a cena se passa.

O segundo problema é a abundância de clichês. Tudo que esperavámos de um filme de terror acontece – mas de uma forma bem previsível.  Só não consegui prever todos os desfechos, porque o roteiro é tão confuso que, em alguns momentos, nem sabia do que o filme se tratava.

Outro erro, que pesa, é o fato do elenco não ter grande nomes. Particularmente, só conhecia os atores John Cho, de filmes como Star Trek e Buscando – esse eu recomendo – e Lin Shaye – de filmes de terror da mesma produtora Blumhouse, como Sobrenatural e Ouija: O Jogo dos Espíritos.

Depois de 94 minutos de filme, eu sai tendo vontade de sair gritando de raiva. Tirando 2 ou 3 cenas de susto, por causa do uso de luz e sombra, o longa nada acrescenta ao gênero já desgastado. Senti saudades da eterna Buffy (Sarah Michell Gellar) que, em 2002, protagonizou o Grito “americano”; e da direção cuidadosa de Takashi Shimizu… porque, em 2020, o fracasso foi gritante.

Pontos Fortes (se é que tem):

  • Tentar fazer um remake de um filme de sucesso.

Pontos Fracos:

  • Enredo confuso;
  • Elenco quase desconhecido.

Vamos falar de coisa boa?

O site Nerd Rabugento é independente e não depende de patrocinadores para existir. E toda contribuição que você fizer será muito bem vinda, seja com o valor que for. Com apenas um real você já ajuda e mantêm o site independente.

A independência do conteúdo do Nerd Rabugento depende de você. O seu apoio pode ser tanto mensal quanto feito apenas uma vez, com qualquer valor. Escolha um dos links abaixo e faça o site Nerd Rabugento crescer ainda mais rápido!

QUERO APOIAR ➜     QUERO CONTRIBUIR ➜