10 Filmes Que Você Deixou de Assistir em 2017

Todo ano o cinema é dominado por filmes de super-heróis e diversos blockbusters. São os filmes mais aguardados pelo público que lota as salas e gera bastante dinheiro para os estúdios, são filmes obviamente comerciais que valorizam os efeitos especiais e na maioria das vezes ignoram a visão dos diretores e um roteiro bem escrito, devido a isso, produções independentes e de menor orçamento perdem o espaço nos cinemas locais e acabam por passar batido pelo público. Eis então alguns filmes que você provavelmente nem sabia que lançaram nesse ano.

(Obs: Alguns filmes originalmente foram lançados em 2016 mas só chegaram ao Brasil em 2017)

 


T2: Trainspotting | Dir. Danny Boyle

A Sequência do clássico de 1996 trouxe todo mundo de volta, Renton, Spud, Sick Boy, Begbie e até Danny Boyle na direção. Numa mistura de nostalgia, comédia e reflexões, o filme é um presentão para os fãs que se divertiram muito com esses personagens nos anos 90.


A Ghost Story | Dir. David Lowery

Sensível, simples, pouquíssimos diálogos, trilha sonora e fotografia lindas. Com um orçamento de apenas 100,000 dólares, A Ghost Story é definitivamente o filme mais bonito de 2017, assista.


David Lynch: A Vida de um Artista | Dir. Jon Nguyen

No mesmo ano em que retornou com a magistral terceira temporada de Twin Peaks, David Lynch: A Vida de um Artista é um documentário profundo e intimista sobre a vida do diretor desde sua infância, o início da carreira e os dias atuais. Com conversas gravadas em sua própria casa, entramos na vida de David Lynch por 90 minutos, documentário essencial para todo apreciador da obra do diretor.


Terra Selvagem | Dir. Taylor Sheridan

Primeiro filme dirigido por Taylor Sheridan, responsável por escrever os roteiros de Sicario e A Qualquer Custo, o filme pode ser considerado uma mistura de Twin Peaks dirigida pelos irmãos Coen. Ótimo roteiro, atuações e fotografia belíssima, provavelmente ganhe espaço entre as premiações de 2018.


Paterson | Dir. Jim Jarmusch

Jim Jarmusch é um dos grandes nomes do cinema minimalista. O roteiro nunca é realmente importante, mas sim o desenvolvimento dos personagens, muitas vezes à margem da sociedade, Paterson se trata de um motorista de ônibus que escreve poemas, e todos os dias repete a rotina. Mais uma pequena obra-prima do diretor.


A Tartaruga Vermelha | Dir. Michaël Dudok de Wit

Comparado aos últimos anos, 2017 foi um ano fraquíssimo para as animações. Mas sempre há salvações, e A Tartaruga Vermelha é poética, lindíssima e sensorial, a trilha sonora é uma das melhores já feitas para animações. Assista com uma caixa de lenços ao seu lado.


A Criada | Dir. Park Chan-wook

Park Chan-wook. Isso já é um motivo para você assistir esse filme genial.


Eu, Daniel Blake | Dir. Ken Loach

Um drama sobre dignidade, burocracia e impotência. Eu, Daniel Blake é um filme melancólico, mas vale muito a pena ser assistido. (Dica: Tem na Netflix).


Bom Comportamento | Dir. Irmãos Safdie

Após Amor, Drogas e Nova York, os Irmãos Safdie se tornaram as novas promessas do cinema atual. Em Bom Comportamento, dois irmãos tentam assaltar um banco e o resultado não é o esperado. Uma bela surpresa de 2017 e uma grande atuação de Robert Pattinson (sim, o vampiro brilhante é um bom ator).


Colossal | Dir. Nacho Vigalondo

Bizarramente divertido e despretensioso, Colossal infelizmente mal chegou aos cinemas brasileiros, mas vale a pena dar uma conferida.

Vamos falar de coisa boa?

O site Nerd Rabugento é independente e não depende de patrocinadores para existir. E toda contribuição que você fizer será muito bem vinda, seja com o valor que for. Com apenas um real você já ajuda e mantêm o site independente.

A independência do conteúdo do Nerd Rabugento depende de você. O seu apoio pode ser tanto mensal quanto feito apenas uma vez, com qualquer valor. Escolha um dos links abaixo e faça o site Nerd Rabugento crescer ainda mais rápido!

QUERO APOIAR ➜     QUERO CONTRIBUIR ➜